23/04/2014

[RESENHA] #ÉPOCA DE MORANGOS

Hello bibouss, tudo okay? Hoje trago a resenha de um livro com parceria com a Editora Gutenberg o livro Época de morangos, por Rafaela Vieira. Bom, vamos começar? \o/


Lido em: Abril de 2014
Título: Época de morangos
Autor (a): Rafaella Vieira
Editora: Gutenberg
Gênero: Literatura infantojuvenil
Ano: 2013
Páginas: 320
Avaliação: ★★★★★+

Sinopse: Um dia, aos 13 anos, Jordana vê de longe um rapaz e tem a certeza que ele é seu Príncipe encantado, um desconhecido que é o mais lindo e perfeito garoto do mundo. Um tempo depois, descobre que ele estuda na sua própria escola, porém é mais novo que ela, e nem sonha com namoradas ou amor. O tempo vai passando, e aos poucos os dois vão descobrindo as dores e as delícias da adolescência e juventude, e entre encontros e desencontros, buscam a felicidade ao lado do verdadeiro amor, que pode nascer à primeira vista, mas durar para sempre.
Jordana é uma menina de treze anos que faz uma viagem para a Disney com os avós e seu primo. Lá ela vê um livro garoto de olhos azuis e fica encantada, fascinada, admirada, impressionada... Por ele. Os olhares se cruzam e Jordana sente vergonha, mas não desvia o olhar. Ela percebe que ele também se interessou por ela e fica em estado de êxtase.  Mas sua avó começar a criar um tumulto em uma lanchonete e Jordana acaba dando um ponto final aquela conexão com o príncipe encantado, que foi como ela o denominou (já que não sabia o nome dele).
“O Angus é muito temperamental, acho que sua mãe botou esse nome nele por causa da angústia que ela sentiu quando ele nasceu”.
Jordana volta pra casa e conta as novidades para sua prima e melhor amiga Jaqueline ou Jaquie que estava colocando em prática a fase de amassos... Jordana volta para as aulas de um jeito mais espontâneo e por consequência faz diversas amizades com alunas mais novas e é muito criticada por isso.        
No intervalo ela tem uma surpresa muito agradável, o príncipe encantado está na mesma escola que ela e não demora muito pros dois engatarem uma amizade. Jordana já sabe o nome do seu príncipe: Edgar. A cada dia Jordana fica mais apaixonada, e mais encantada por ele. A essa altura ela já sabe que ele é um ano e alguns meses mais velho que ela e começa a perceber que ele ainda é muito imaturo, mesmo aparentando ter mais idade.

Os dias começam a passar pesadamente para Jordana, pois Edgar ainda não percebeu os sentimentos dela, e parece que nunca vai perceber. Ela tem medo de tomar uma iniciativa a acabar sendo rejeitada, por isso não o beija como ela tanto quer fazer.

Jaquie dá vários conselhos pra alma gêmea dela (as duas se consideram almas gêmeas uma da outra), mas Jojo nunca consegue por os conselhos em prática, ela sempre fica nervosa quando está com Edgar e acaba fazendo besteira.

Depois de tantas festas e tentativas frustradas, Jordana começa a ter noção de só poderá ficar com seu príncipe quando ele finalmente amadurecer. Mas quem disse que ela não continua fantasiando sobre seu primeiro beijo com ele e sua primeira vez também?

Os dias vão se passando e muitas coisas acontecem nessa jornada de amor em que Jordana vive, os anos passam, as pessoas mudam, os sentimentos também. O que Jordana vive só faz ela amadurecer e a cada ano ela quebra a cara e recomeça tudo de novo tentando buscar sua felicidade, mas porque as coisas nunca dão certo pra ela? Será que ela nunca dá sorte?

“Se existiam outros garotos para amar além de Edgar, onde estavam, que não os havia encontrado ainda?”.
Jordana enfim viverá seu amor de infância? Muitas questões vão ser trazias a tona na sua vida em recife. Várias paixões, conflitos amadurecimento, estórias mau resolvidas. A família tem um grande peso na vida de Jordana, a mãe ausente, um pai que tenta compreender a filha mas que exagera em algumas atitudes, um irmão que não parece ter emoção, um cachorro muito fofo, e uma prima maluquinha e extremante legal, complementam vida de Jordana. Será que depois de tantos anos, tanta dor de cabeça, ressaca e vai e vem da vida ela finalmente encontrará seu grande amor? Então leia Época de morangos e venha descobrir.
“Devia haver um limite de quantos caras eu podia beijar na frente do Edgar. e extrapolei esse número. Fui cruel, pode dizer”.
Como posso expressar o que senti lendo este livro? Sinceramente adoração? Perfeição? Encanto? As páginas pareceram poucas diante da trama que se formou, no universo dos morangos. Eu fiquei lendo este livro sem parar, sem conseguir respirar afoita por descobrir o que estava por vir. Como um romance pode mexer tanto com a minha cabeça?

A estória era encantadora, relata como muitas meninas se sentiam diante do primeiro amor, das dúvidas, dos medos e das constantes incertezas de ter seu amor rejeitado. Eu como uma pessoa mortal já senti as mesmas coisas e tive os mesmos pensamentos que Jordana. O livro me cativou de forma pessoal, pois já me senti exatamente como Jordana se sentia, a cada descoberta uma nova emoção, um novo conflito.
“Anote: garotos não são só bonitinhos, eles podem ser bem idiotas também”.
Identifiquei-me muito com este livro por ser tão pessoal e verdadeiro, consegui imaginar os sentimentos de Jordana dentro de mim, era como se eu estivesse vivenciando seu dilema e suas expectativas, não consegui parar de ler e confesso que li o livro em recorde: 7 horas. Eu sei que é obsessivo ler um livro de mais de trezentas páginas em uma única noite, mas não consegui resistir às páginas que me chamavam e me encantavam com as incertezas, as descobertas que vários personagens vivenciaram. 


Há uma grande passagem de tempo e é possível ver a mudança e o amadurecimento do livro e seus personagens, a escolhas que fizeram e que deram origem a novas situações e a sentimentos desconhecidos que vão sendo evidenciados mediante as descobertas sobre o corpo, a mente, a vida, os sonhos. Uma mistura perfeita da vida de muitas meninas e muitos meninos que se sentem inseguros para tomarem um grande passo na vida e não serem bem sucedidos.

“Quando olho pra você é com se o tempo não passasse”.



     Adorei a capa, muito bem feita, a diagramação é linda. Quando uma música era citada sempre havia notas musicais acompanhadas da letra, dando um toque único e especial a cada folha. A cada novo capítulo um morango ilustrava a passagem entre as páginas deixando-as kawaii e muitos originais. Confesso que chorei quando terminei de ler o livro, foi como se através da Jordana eu realizasse um antigo desejo...

Então eu curto e recomendo este livro super hiper ultra mega power romântico e cuti cuti, um kiss e desejo que assim como Jordana todos nós tenhamos nosso príncipe encantado ou sua princesa de contos de fadas...

                                            
                                           Música favorita:  I'll Fly With You



©
.
.
imagem-logo