30/12/2014

[FAVORITOS] #MELHORES DO ANO


Hello bibouss, tudo okay? Hoje vou fazer um post sobre todos os meus favoritos do ano! Incluindo tudo que eu mais gostei ou usei inclusive meus livros favoritos deste ano como produtos, roupas e acessórios, todos os meus livros lidos este ano que se tornaram meus favoritos. Vamos começar? \o/

1 - Capinha Coca-cola  R$ 15,00
2 - Capinha Michael Kors R$ 30,00
3 - Capinha Estados Unidos R$ 12,00
4 - Escultura de Coruja R$ 55,00
5 - Diamond Oil parceria antiga com a Lissé
6 - Jequiti, mini bem me quer com fantasia, presente da minha tia
7 - Lissé Force shield, esfoliante capilar, também parceria antiga
8 - Transversais comprados aleatoriamente ambos R$ 12,00
9 - Vizeme pure blond, máscara, presente da minha mãe
10 - Vizeme pure blond, leave-in, presente da minha mãe
11 - Natura Todo dia sabonetes de alecrim e sálvia, presente da minha sogra
12 - Hidratante corporal, Eu desperto de jabuticaba também um presente da minha mãe
13 - Scarpin boneca rosa nude da Vizzano R$ 150,00
14 - Vestido preto florido, comprei na Marisa por R$ 124,00
15 - Época de Morangos [Resenha] Parceria
16 - Desastre iminente [Resenha] Comprei
17 - Tentação sem limites [Resenha] Comprei
18 - Paixão sem limites [Resenha] Comprei
19 - Cretino irresistível [Resenha] Comprei
20 - A ilha de Kansnubra [Resenha] Parceria
21 - A maldição do Tigre [Resenha] Comprei
22 - As duas faces do destino [Resenha] Parceria

23 - Marcadores variados

Bom bibouss esses são os favoritos de 2014, espero que tenham curtido se sim deem um like abaixo do título do post isso me ajuda muito na divulgação e crescimento do blog, e deixem nos comentários o que acharam dos favoritos. Kissus

27/12/2014

[POEMA] #VESTÍGIO

Hello bibouss, tudo okay? Hoje aqui no blog um poema de minha autoria, espero que gostem e deixem sua opinião sincera, vamos começar? \o/

O sonho acabou quando fui acordado
Queria sonhar que era eterno, que nada havia mudado
O vestígio de um tempo mal sonhado que teria feito mais sentido
Se eu realmente tivesse vivido.

As palavras foram esquecidas no momento em que que acordei
No sonho eu sabia o que faria, agora já não sei
Queria poder reviver aquele sonho inacabado
Ter vivido meus sonhos mesmo que não fosse o esperado

Agora na tristeza permaneço e não quero mudar 
A sensação da tristeza em meu corpo me faz viajar
O término do meu sonho deu um lugar certeiro
Agora tenho vivido sem esperanças no meu maior pesadelo.

Kissus

24/12/2014

[RESENHA] #INVERNO DE CINZAS


Hello bibouss, tudo okay? Hoje vou postar aqui no blog a resenha de um livro que entrou para os meus favoritos. Um livro lindo que possui continuação e já possui resenha do primeiro livro da série Foi assim que te amei, estou falando de Outono de Sonhos. Mas hoje se trata da resenha do segundo volume da série, Inverno de Cinzas, um livro apaixonante e comovente. Vamos começar? \o/

Lido em: Novembro de 2014
Título: Inverno de Cinzas
Autor (a): Adriana Brazil
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção brasileira
Ano: 2013
Páginas: 280
Avaliação: ★★★★★+


Sinopse: Helen depara-se com o momento mais crítico da sua vida. Nada diferente do forte Inverno que está sobre o país naquele ano. Tristeza, solidão, ressentimentos, lágrimas e dor, sopram as folhas deixadas pelo Outono de sonhos que Helen viveu, trazendo o frio da estação ao seu interior. O cinza que cobre seus dias a leva para uma profunda depressão. Ela encontra nos amigos, na família e na fé a força para continuar. Ela desabafa seus sentimentos na sua agenda, colocando suas emoções sufocadas pela saudade, como um Inverno sem cores, onde tudo ao seu redor, está completamente frio, cinza e sem vida. Uma comovente história e uma lição de esperança para todos aqueles que estão passando pelo inverno.

No início da estória Helen Castilho uma jovem estudante está vivenciando a melhor época de sua vida. Ela encontrou Andrew Gamberini, um rapaz que ela se apaixonou antes mesmo de conhecer. Ela tem certeza no fundo de sua alma de que este amor é para sempre e que não medirá esforços para ficar ao lado de seu amor.

Mas tudo começa a mudar quando Andrew fica hospitalizado, logo após uma seção de quimioterapia, Helen fica ao seu lado, mas fica claro que ela não suporta a pressão e por isso acaba emagrecendo e seu semblante fica abatido, o que deixa Andrew extremamente chateado.

Visto que por ficar preocupada com ele e por faltar o trabalho por alguns dias, Helen é demitida da loja de perfumes que trabalhava e Andrew recebe uma terrível notícia. Uma notícia que abala suas estruturas e faz com que ele rompa seu romance com Helen, para viajar para São Paulo.

Andrew mesmo sem condições vai dirigindo até a casa de Helen, (seguido por Richard, seu melhor amigo) para se despedir da moça e declarar o fim do namoro. A notícia não é bem recebida por Helen que fica perplexa diante do término do namoro.

“Não sei o que fazer, não tenho para onde ir... Não me acho, não me encontro mais. Nas lembranças, achei um lugar silencioso para guardar minhas lágrimas”.

Andrew não deixa claro o motivo de sua partida, o que deixa Helen muito confusa e sem chão. Ao perceber que Andrew realmente foi embora, ela começa a se isolar de tudo e de todos, inclusive de sua família. Seus amigos tentam em vão animá-la, suas amigas tentam fazer com que Helen continue vivendo, mas tudo é em vão. Visto que Helen só se sente bem presa em seu quarto, escrevendo seus sentimentos em uma agenda.

O tempo vai passando e com ele Helen tenta viver sua vida, voltar a faculdade. Mas fica difícil, pois lá ela vê Richard e Alan que são os melhores amigos de Andrew. Ela começa a se esquivar dos rapazes alegando que ambos a faziam lembrar de algo que ela desejava esquecer.
E em meio a caminhos de amargura, ela se afasta de Alan e Richard mas logo percebe que não pode viver sem o carinho deles, o que a faz refletir sobre suas amizades e como está sendo egoísta com elas.

Os dias se arrastam lentamente e Helen comete alguns erros que só depois ela tem a oportunidade de consertar, e de entender os desígnios de Deus para a vida dela. Depois de tanto sofrer e de ficar só em seus pensamentos ela finalmente tem a oportunidade de concertar seus erros e se aproximar novamente de Deus e de seu amor, mas será que o orgulho e a mágoa a impedirá de seguir seus sonhos?


----------------------------------------------------------------------------


Bom bibouss, o livro é maravilhoso eu fico sem palavras para descrever a emoção que sinto em reler aquelas páginas de puro amor e tristeza. Fico pensando em como esta estória mexeu comigo e me deixou pensativa a respeito do que é realmente amar.

“Preciso me encontrar em meio a tantos remendos. Realmente, não serei eu mesma quando achar todas as partes. Ainda assim, preciso criar traços de esperança no meu coração tão ferido. Preciso calar seus gritos, chamando seu nome, tão magoado. Coitado, tem esperanças de que você pode ouvi-lo... E, em cada noite silenciosa que ele se aquietar, vou desejar que ele continue a bater e sobreviva em meio a tantas desilusões”.

Quando terminei de lê-lo, fiquei abraçada com o livro como se eu fosse parte da estória e finalmente tivesse encontrado a paz que eu tanto necessitava. Ao ver o desenrolar dos fatos fui tomada de uma alegria sem tamanho mediante o crescimento e amadurecimento de vários personagens, que me cativaram verdadeiramente.

Os protagonistas com seus defeitos e qualidade me mostraram a real essência do que é o amor, “Que tudo espera tudo suporta”. Essa frase é muito bela ao ser lida, mas ao ser vivido, é necessário que o amor de Deus esteja presente e guiando os caminhos, para que no futuro eles venham a se encontrar.

“Naquela manhã não era apenas meu corpo sentindo dores, sentia minha alma vazia, uma solidão, uma tristeza que não tinha Álex ou Andrew como motivo. Sarah tinha razão. Minha vida nunca mais foi a mesma desde o dia em que parei de Conversar com ele”.

Quanto ao livro físico, a capa é linda de morrer, combina perfeitamente com o enredo, as folhas são amarelas, a diagramação foi muito bem feita. A minha única crítica a o livro se deve a alguns diálogos que ficaram um pouco sem nexo. Mas isso só ocorreu duas vezes durante a leitura. Este livro em especial possui três narradores ao todo, dois protagonistas, portanto autodiegéticos sendo eles: Helen e Andrew e um narrador heterodiegético, ele é um personagem do livro, mas não o protagonista, sendo ele Alberto Gamberini, pai de Andrew.

Essa foi a resenha bibouss, espero que tenham curtido, se sim deem um like abaixo do título do post isso me ajuda muito na divulgação e crescimento do blog, e deixem nos comentários o que acharam e se já leram este incrível livro.

Kissus
  

21/12/2014

[MÚSICA] #VÍDEOS BIZARROS

Hello bibouss, tudo okay? O post de hoje é sobre alguns clipes bizarros que eu assisti no Youtube. Alguns me remetem um certo tipo de medo, mas não medo de algo que sei. é como se eu temesse algo que ainda não tenho a menor compreensão do que seja. E o olhar capta os detalhes que nem sempre são visto por todos. Espero que gostem do post, vamos começar? \o/
Katy Perry - E.T. ft. Kanye West

Essa música me deixa extremamente atordoada, não a letra. Mas o contexto em que o vídeo vai tomando seu rumo, impossível não sentir que esse vídeo é anormal, eu não sei explicar exatamente como me sinto, mas sei que não é uma sensação boa. Apesar disso a letra da música, sem o clipe é muito legal ^^
Lady Gaga - Yoü And I


Outra música que me deixa um tanto perturbada é Yoü And I da Lady Gaga, o contexto pra mim não faz sentido nenhum. Ela se transforma no vídeo em vários personagens que pra mim não tiveram a menor ligação. O fato de ver o vídeo me deixou um pouco sismada quanto ao que ela quis transmitir, pois ainda não compreendi sua intenção. Mas tirando o vídeo, a música é legal :p
Kerbera - "Lipstick Tonic" Official Music Video


Esse é bem bizarro mas só na caracterização, pois o som é legal, mas me dá um pouco de nervoso ver vídeos com imagens tão sinistras, como se não fosse algo normal, como se fosse algo que foge da minha compreensão, por isso muitas vezes pego só o áudio, pois acho que ás vezes letra não combina com o vídeo :(

Bom bibouss, é isso espero que tenha curtido se sim deem um like abaixo do título do post isso me ajuda na divulgação e no crescimento do blog, e deixem nos comentários se vocês já se sentiram estranho depois de ver um clipe musical.
Kissus  

18/12/2014

[TEXTO] #VIVER O SONHO


   O dia se finda e não passa aos meus olhos, fico recordando o que um dia foi notório. As palavras aquecidas por suas cordas vocais que insistem em me assombrar. Anseio pelo momento de sua chegada, mais um alívio me toma quando chega o momento de sua partida. Será que é comum, se sentir assim? Não entendo o que penso e o que falo ninguém compreende. Como amar e não querer estar próximo?

   Como sonhar e não lembrar de sua face calma e ao mesmo tempo pensativa... Não sei lidar com suas piadas sem graça, não tenho vontade de te contar meus segredos, não quero presenciar suas risadas que me dão repulsa. A mais doentia repulsa que eu odeio sentir, mas que permanece dentro de mim sem fazer esforço para esvair.

   O finalizar dos dias denunciam minha pressa, quero deixar tudo pra trás e viver o sonho. Mas que sonho? Eu ainda não sei, quero sair e procurar, desejando explorar e conhecer. Chega de permanecer no seu mundinho cor-de-rosa. Que não se move, não tem formas, apenas uma utopia de que tudo é perfeito e que neste lugar perfeito eu me encontro. 

   Chega, eu quero errar, eu quero descobrir se eu sou mesmo assim. Vítima da minha própria raiva, sofrendo por não conseguir sentir as ondas elétricas percorrendo minhas veias, a emoção não caminha por meu corpo. Com o decorrer do tempo aprendeu a ficar morno diante das emoções da raiva, do ódio que sinto por perder tanto tempo com um alguém tão politicamente correto que não me faz sentir nada além da desprezo e ao mesmo tempo pena!
Kissus

15/12/2014

[TEXTO] #MEUS 20 ANOS

Hello bibouss, tudo okay? O post de hoje é para expor que faço aniversário. Mas a princípio é só mais uma data de mais uma pessoa que nasceu no dia 15 de dezembro. Quando eu era criança achava que o aniversário era um dia mágico em que todos os meus desejos se tornariam realidade. Mas eu estava enganada, afinal é mais um dia como outro qualquer, não que eu considere que o dia em que nasci não foi importante, ele é. Mas é importante apenas pra mim, meu namorado, meus familiares e amigos, não é algo que vá mudar a vida de outras pessoas, ou que vá gerar alguma comoção em prol do meu aniversário.

Eu ficava triste quando eu pensava que iria fazer 20 anos, que eu seria diferente e que minha vida mudaria, mas agora que aniversariei percebi que nada mudou eu continuo da mesma maneira que eu era antes, com os mesmos pensamentos, os mesmos sonhos e ideais, sentindo amor pela minha família, pelo meu namorado/melhor amigo ♥ Pelos meus amigos que nem sempre vejo mas que eu lembro com tanto carinho.

É curioso como o tempo passa rápido e quando você se dá conta já é um adulto cheio de defeitos e responsabilidades. que precisa trabalhar e estudar, e fazer uma faculdade se desejar. Parecia que foi há tão pouco tempo, que a minha maior preocupação era fazer contas de matemática ou lavar a louça a tempo da minha mãe chegar e não me dar uns cascudos. Eu cresci e nem notei.

Muitas pessoas que eu conheço falavam quando criança "Eu quero crescer logo". Mas essa expressão nunca fez parte do meu vocabulário, muito pelo contrário eu sempre desejava ficar mais nova. Minha mãe sempre dizia que eu tinha complexo de Peter Pan rs.

E agora com vinte anos eu vi que permaneço do mesmo jeito que eu era ontem, chata, boba e emotiva. Então no dia 15 de dezembro de 1994 eu nasci e mudei a vida dos meus pais, agora tenho uma vida inteira para frente e espero crescer profissionalmente, me casar com meu amor, ter uma ótima casa, dois filhos gêmeos (um dos meus maiores sonhos).

...3... 2...1

Parabéns pra você
Nesta data querida
Muitas felicidades
Muitos anos de vida

É pique, é pique
É pique, é pique, é pique, é pique
É hora, é hora

É hora, é hora, é hora
Ra-ti-bum
Letícia, Letícia...

PARABÉNS!!!!!!
Kissus \/

12/12/2014

[RESENHA] #OUTONO DE SONHOS


Hello bibouss, tudo okay? Hoje eu faço um post muito especial para mim, pois se trata de um livro que já tinha lido no ano anterior, e resolvi reler, pois o comprei em uma promoção. Eu já possuía o segundo volume, mas apenas esse ano lançou o terceiro volume. Então em uma promoção comprei o primeiro e o terceiro volume da série Foi assim que te amei. Livro de uma autora brasileira, Adriana Brazil criadora de um dos melhores livros que eu já li na minha humilde opinião. Mas vamos começar a resenha? \o/

Lido em: Novembro de 2014
Título: Outono de Sonhos
Autor (a): Adriana Brazil
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção brasileira
Ano: 2014
Páginas: 312
Avaliação: ★★★★★+
Sinopse: Helen é uma jovem cheia de sonhos e objetivos a conquistar, filha única de uma família estruturada e feliz. No início da trama ela se vê envolta à expectativa do primeiro dia de aula na faculdade de Letras da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina. O talento para escrever rende a Helen o convite para dar continuidade a um projeto parado na faculdade, terminar um conto de amor entre um príncipe e uma plebeia, iniciado pelo escritor e estudante de teatro, Andrew Gamberini, que sofreu um acidente há um ano e abandonou a faculdade. Conforme entra em contato com a trama, Helen descobre-se apaixonada pelo seu autor e viverá intensamente um romance pelas quatro estações do ano. Outono dos Sonhos é uma obra apaixonante, levando o leitor a mergulhar em uma surpreendente e emocionante história de amor.

Helen Castilho é uma moça de dezenove anos que acaba de ingressar na UFSC (Universidade Federal de santa Catarina), para cursar Letras. No dia de seu primeiro contato real com a faculdade, ela acaba conhecendo Sarah, que acidentalmente derruba seu estojo no chão. Ao se desculpa Sarah senta ao lado de Helen, o que dá início a uma grande amizade.

No segundo dia de aula, Helen se perde e acaba sendo orientada por duas meninas de outro período, que a ajudam e assim Helen consegue chegar até sua sala de aula. Lá ela encontra Sarah e conta que se perdeu. Sarah diz que também se perdeu e que fora ajudada por Álex e Diego.

Ao passo que as duas novas amigas, saem da sala Helen cumprimenta Karen uma das veteranas que a ajudou, e também cumprimenta a outra que se chama Débora. Logo depois Sarah apresenta Diego e Álex a Helen. Ela tem uma boa impressão dos rapazes.

Logo as semanas se passam e o grupo de amigos que se formaram se tornaram inseparáveis. Evelyn uma aluna de Jornalismo também se torna parte do grupinho. Logo eles ficam juntos, conversam, falam bobeiras, são verdadeiros amigos.

Mas as coisas começam a mudar entre Álex e Helen, não por parte dela e sim dele. Álex alega a Helen durante um dia em que vai busca-la para uma festa que está interessado por ela. Mas a moça garante que o que sente por ele é apenas amizade. E ela também está ciente de que Sarah alimenta sentimentos pelo rapaz. Ela deixa claro que nada vai acontecer, e ele não gosta, mas a leva para a festa.
A festa se torna desagradável e os amigos decidem sair de lá e comer uma pizza e fazer outros programas. Um pouco antes das provas começarem Helen é pega de surpresa por uma proposta irrecusável de dar continuação a um projeto parado na Faculdade. Se trata de uma estória criada a mais de um ano por Andrew Gamberini.

         Helen pensa bastante, pede a opinião dos pais e por fim aceita a responsabilidade de escrever a estória. Karen é uma das coordenadoras da revista em que os contos de Andrew eram publicados e Helen passa a sentir muita curiosidade em saber mais sobre o autor que todos falavam. E aos poucos ela começava, a saber, mais a cada dia sobre esse rapaz que parecia um sonho a vista das meninas. Tudo girava em torno dele depois de um tempo, Helen já não conseguia mais esconder de si mesma que estava apaixonada por um homem que nunca viu ou conhece.

“A paixão formava laços, amarrando meus pensamentos a ele, formando aspirações desiguais, um sonho que jamais sonhei. O encontro deixou de ser utopia, seria real a qualquer instante”.
Helen fica sabendo então que Andrew tem dois amigos que ainda estão estudando na UFSC, e acaba entrando no perfil de relacionamento deles, para vasculhar alguma foto de Andrew. E lá ela tem o vislumbre de ver pela primeira vez o rosto do seu amado. Pouco tempo depois Richard e Alan que são os amigos de Andrew puxam assunto com ela e revelam que gostavam de sua continuação para a estória, ela fica muito constrangida, mas feliz por agradar.

Aos poucos os dois rapazes começam a se aproximar de Helen, e Richard pergunta Helen se ela deseja conhecer Andrew. Ela fica muito nervosa, mas aceita. E depois deste valioso convite tudo começa a mudar na vida Helen. Finalmente ela conheceria seu amor e poderia saber como ele era realmente.

No dia em que vai conhecer Andrew, tudo muda na vida de Helen. Uma moça temente a Deus que acredita no verdadeiro amor o Amor de Deus.

Bom bibouss, quanto a falar e tão poucas linhas para escrever. Se escrevesse mais um pouco acabaria por contar todo o livro de tão maravilhoso que é. Nem posso descrever o quanto este livro, aliás o quanto essa série está mexendo comigo. Eu posso afirmar que este livro tem o carinho de Deus, pois nos faz sonhar de forma inimaginável.

O amor que Helen relata por Deus, é maravilhoso. Eu sei que muitos não possuem fé. Mas com certeza este livro irá te tocar se você for sensível ao amor. Penso em como li este livro pela primeira vez e de como me sinto agora que o reli tão rapidamente. Quando li este livro pela primeira vez eu ainda não tinha noção do que era o amor, agora eu sei como Helen se sentiu ao abraçar seu querido Andrew e sentir o coração pulsar de tanto nervosismo.

Eu simplesmente me enamorei dos personagens, da trama, do cenário. Fico tentando imaginar os detalhes citados no livro. Fico imaginando como é a vida de Helen, ás vezes fico sonhando acordada lembrando de Andrew e seu jeito singular. Das cartas que escrevera para Helen, das melodias, dos tão famosos perfumes de cada personagem.

Sinceramente me faltam palavras pra expressar o que senti quando li novamente, o meu coração ficou quentinho, como se uma chama de amor insistisse em continuar me aquecendo. Quando finalizei a leitura, fiquei observando o livro e pensando em como uma estória poderia despertar tanto amor em mim.

Agora falando do designer... O que posso falar? É lindo, muito mesmo, a capa é maravilhosa e combina perfeitamente com a Helen que imaginei. As folhas são amarelas, a diagramação é tão fofa, a cada nome do capítulo um arabesque de flores está abaixo do título dando um charme a cada passagem. Quando uma carta era escrita uma fonte diferente era usada para dar lugar a uma letra de caligrafia. O livro é grande, mais nem tanto.

E mais um ponto que eu gostaria de citar aqui nesta resenha... Quando Adriana fez uma “promoção”, eu participei e fiz um comentário sobre o livro. E eu fui selecionada *o* Imagina minha reação ao olhar a orelha do livro e ver meu nome e comentário lá. Foi surreal, foi mágico. Saber que de certa forma eu fiz parte de um pequeno espaço do mundo que Adriana Brazil criou perfeitamente.

          Essa foi uma das maiores resenhas que eu já fiz aqui no blog, peço desculpas mas foi necessário. Aliás, foi pouco diante de tudo que eu queria contar.
Kissus

09/12/2014

[TEXTO] #DESTINO

Quem é o tão famoso destino? Uma divagação do homem que tenta em vão, culpar a vida por suas fraquezas? A vida que sonhou destinada a não se cumprir é o que reserva para o verdadeiro coração esquecido, que está corrompido pela tristeza que sente a cada dia.

O destino simplesmente passou, não pude fazer nada para impedi-lo de acontecer.

O fim não está próximo está fadado a viver, viver de forma vazia sem esperar que se cumpra seu desejo de sentir algo bom. De correr pelo tempo tentando achar a tão famosa vontade de viver e de sentir, mas como sentir algo que não se sabe? Como tentar desvendar mistérios que não tem noção do que seja... Vivendo assim, passando tanto tempo refletindo em como vive miseravelmente, em um lugar abandonado pela sociedade. Um lugar sem adereços que permaneceu esquecido por todos os que já passaram por lá. Na verdade bem no fundo de seu coração queria que tudo mudasse, que não fosse do jeito que está. 

O que pode um simplório rapaz, que não tem sonhos ou vontades fazer para melhorar seu destino, que insiste em se cumprir sem permissão, tentando ocultar suas fatalidades, matando aos poucos o corpo jovem de um homem que está na flor da idade, mas que sente como se a vida lhe devesse. Por que sonhar em vão por uma vida diferente, se sabe que nada mudará que continuará no mesmo lugar que está desmoronando. Sua estrutura assim como ele, insiste em continuar, mesmo querendo não sofrer, mesmo desejando com toda sua alma não sentir que vai partir e que não fará diferença para o destino, que continua existindo sem se preocupar com quem foi ou quem ficou... Apenas continuou lá cumprindo seu dever, de apenas existir.
Kissus  

07/12/2014

[PARCEIRO] #EDER A. S. TRASKINI

Hello bibouss, tudo okay? Hoje eu vou fazer um post sobre um novo parceiro que entrou para o time do SVÂ. Eder A. S. Traskini pelo livro Stânix, o poder dos elementos. Vamos conhecer mais sobre o autor e sua obra. \o/
Sobre o autor

Biografia: Eder A. S. Traskini é estudante de jornalismo , vive atualmente em Ponta Grossa Paraná, para onde se mudou em 2010 ao ingressar na UFPG. Natural de Marília, interior de São Paulo, o escritor de 23 anos é apaixonado por livros desde os sete anos de idade. Em Stânix, O Poder dos Elementos ele criou seu próprio mundo fantástico que conquistou os fãs do gênero.
Sobre a obra
Ficha técnica
Editora: Novo século
Páginas: 144
Autor: Eder A. S. Traskini


Sinopse: Stânix é um reino medieval que já foi habitado por humanos, anões e elfos. Durante a primeira guerra, liderada pelo tirano Syrt, o reino só foi salvo pela magia e inteligência dos elfos. Porém, a raça foi obrigada a deixar o reino, incitados pela profecia da segunda guerra. Aaron, um dos nascidos sob o sangue do primeiro grande conflito, foi deixado para trás e nem imagina o destino que lhe aguarda. Apenas ele pode salvar o reino. A profecia está dita e Stânix está em suas mãos...






Onde encontrar

Kissus

04/12/2014

[DESTAQUE] #GATOS (≧Ω≦)

Hello bibouss, tudo okay? Hoje vou falar sobre mais uma de minhas paixões: Gatos (≧ω≦). Isso mesmo essa espécie de felino que me conquistou desde o primeiro instante que vi. Gamei no jeito individual que cada um possui, adoro como o gato é metido e ao mesmo tempo tão meigo, o jeito raivoso e jeito dócil.               
                                                                                                                                                                        

Honestamente eu não entendo como alguém pode se sentir bem maltratando um animal tão meigo e lindo, uma criatura de Deus, que não faz mal a ninguém. E mesmo assim sempre tem alguém que diz: "Gatos são nojentos, gatos causam doenças, gatos são sem graça...". Mas quem realmente adora gatos, assim como eu, sabe que não é bem assim.

Os gatos são extremamente higiênicos, eles passam horas lambendo o pêlo pra remover a sujeira que se acumula e o resíduo de fezes e xixi. Gatos não causam doenças, o que de fato muita gente não sabe é que há um doença infecciosa chamada de toxoplasmose, mas essa doença não afeta exclusivamente os gatos, qualquer animal pode contrair a doença, gatos, cães, cavalos, pássaros, suínos etc.

O que deve ser feito pelos animais se chama: vacinação. Leve seu animalzinho no veterinário e estabeleça um tempo para cuidar deles, afinal eles são dependentes de nós, só querem carinho e se você souber amá-los saberá o que é um amor sem cobranças, e sem interesses. 
                                                                                                                                                                       

Outro preconceito que os gatos sofrem é de serem sem graça! Ahhhh por favor você já pegou uma cordinha e brincou com um gato? Um barbante? Ou uma folha de mangueira? Gatos são extremamente brincalhões, tudo pra eles são motivos pra correr e ír atrás. Eu mesma já vi gatos loucos tentando abocanhar uma bolinha de pingue-pongue. 

Essa estória de que os gatos não brincam, é um equívoco. Mas se você não gosta de gato é um direito seu, ninguém é obrigado a amar todos os animais. O que devemos é respeitar e não maltratar uma criatura que não pode se defender.

Eu realmente choro quando vejo imagens de pessoas agredindo gatos, e outros animais. Penso em como alguém pode ser tão cruel a esse ponto.
                                                                                                                                                                       

E pra finalizar, eu tenho um sonho, mas não posso realizá-lo, mas achei essa imagem que mostra com exatidão o que eu gostaria que existisse... Um gato gigante, que eu pudesse me aconchegar, assim como eles fazem conosco.                                                                                                                                                                    
   

Então bibouss, é isso o que eu queria deixar claro é que adoro todos os animais e queria contar com a ajuda de vocês quanto a personalidade de cada gato. Nem todos são tão dóceis, você deve tomar cuidado para não tentar passar dos limites e pegar um gato á força. Afinal eles são dóceis, mas tem personalidade. Respeite-os. Simplesmente ame-os.
Kissus (^∇^)

01/12/2014

[RESENHA] #A COLEIRA


Hello bibouss, tudo okay? Hoje no blog irei postar uma resenha de um livro bem diferente do que eu costumo receber, mas isso não significa que eu não tenha gostado. Muito pelo contrário, se trata de um livro brasileiro que me foi cedido pela escritora Nana Pauvolih uma parceira do blog. Vamos começar? \o/

Lido em: Outubro de 2014
Título: A Coleira
Autor (a): Nana Pauvolih
Editora: Multifoco
Gênero: Literatura erótica
Ano: 2013
Páginas: 200
Avaliação: ★★★★

Sinopse: O que você faria se pudesse salvar as empresas de sua família da falência? Aceitaria a proposta de ir para a cama de um homem rico, frio, lindo, que mexeu com você desde que a fitou pela primeira vez? A jovem Lorenza tinha apenas dezessete anos quando conheceu Miguel Montês. Mas nunca o esqueceu. Em meio a acordos desonestos e fuga, ela acabou parando na cama dele seis anos depois, obrigada a usar uma coleira e ser prisioneira de um homem que queria cobrar velhas dívidas do passado. De uma louca e intensa atração, permeada por dramas e cenas altamente sensuais, Lorenza vai descobrir o amor de uma forma única, densa, voraz.


Lorenza é uma jovem moça de dezessete anos que de uns tempos prá cá começou a perceber que os negócios do pai estavam à beira da falência. Ela percebeu como o pai se encontrava abatido, sem vida e mais magro pela tristeza que passou a ter com as dívidas que possuía.

Ao voltar mais cedo do seu último dia de aula, Lorenza fica no aguardo de seu pai que está em reunião com alguém. Ela quer falar com ele, mas fica com receio de interromper um assunto importante então espera pacientemente.

Aos ouvir vozes ela percebe que o pai saiu da reunião e se prontifica a falar com ele, mas quando ela se dá conta percebe um homem ao lado de seu pai. Um homem que ela nunca vira na vida, o homem mais lindo que ela já ousou ver.

A moça fica extremamente envolvida e excitada só de olhar nos olhos do maravilhoso e sexy Miguel Montês, um homem muito rico que seria a salvação dos negócios do pai dela.

Mas Miguel além de rico se mostrou muito safado e sem escrúpulos, em troca do dinheiro que salvaria o pai de Lorenza da falência, ele queria Lorenza como amante até enjoar. É claro que Otávio pai de Lorenza não quis aceitar a proposta.

Mas ele fez algo que não deveria, ele fingiu aceitar a proposta e pegou o dinheiro e fugiu com a filha para Portugal engando Miguel que o julgava como honesto.

Seis anos se passaram e Lorenza decidiu que era hora de retornar ao seu país natal. No Rio de Janeiro ela tinha Daniela uma prima muito querida que ela se correspondia esporadicamente por e-mail. Chegando ao Rio um turbilhão de emoções passa pelo corpo de Lorenza e ela vai até a casa da prima de surpresa.

Chegando à mansão dos avós que foi herdada por Daniela, ela tocou o interfone e perguntou pela prima, mas na verdade foi recebida por Amélia, empregada da mansão. A senhora era extremamente séria e reservada, o que não agradou Lorenza.

Entrando lá Amélia leva a nova hóspede até seu antigo quarto que ainda possuía suas coisas de infância. Amélia então prepara um lanche para Lorenza que aos poucos vai sentindo muito sono. Quando sentiu que iria apagar, uma voz conhecida ecoa pelo quarto e sim. É ele, Miguel Montês, pronto pra cobrar uma dívida esquecida por seis anos.

Ao acordar Lorenza percebe que está presa em uma coleira, como um cão. Ela tenta se soltar, mas a coleira machuca seu pescoço. Miguel então se revela e diz que a prendeu com a finalidade de fazer tudo que tiver vontade com o corpo dela.

Lorenza entra em desespero e começa a chorar copiosamente, afinal Miguel deixou claro que iria abusar sexualmente dela. Aos poucos ele vai torturando-a psicologicamente quando enfim começa a seção de sexo que ele tanto desejou.

------------------------------------------------------------------------

Bibouss, confesso que o livro me surpreendeu bastante, as cenas de sexo eram bem detalhadas e ficou claro, que em nenhum momento Miguel estuprou Lorenza. Em todos os momentos ela mostrou que queria o toque dele, as carícias, os beijos e o sexo bruto.

Mesmo sendo virgem Lorenza se mostrou obcecada por sexo e quase que implorava por atenção do primeiro homem que a possuiu. Miguel muitas vezes se mostrou extremamente frio e sem limites. E devido a um segredo do passado ele ficou corrompido pela desconfiança e a todo momento humilhava Lorenza que permanecia presa em um quarto, tendo que fazer tudo que ele desejava.

As cenas de sexo eram bem explícitas, tudo bem detalhado e bem erótico. Eu gostei do desfecho da estória e as cenas foram bem picantes, acho que esse foi o livro mais erótico que já li.

Fiquei com um pouco de antipatia de Lorenza que me pareceu um tanto repetitiva em suas falas, como o exagero de descrever Miguel fisicamente quase toda vez o via. Mas ficou claro que ele era lindo, por isso sempre a impressionava por seu porte único.

O livro é relativamente fino, as folhas são brancas, a diagramação é simples e a capa tem tudo a ver com o enredo da estória. O narrador é autodiegético, sendo Lorenza a única narradora.

Bom bibouss, é isso espero que tenham curtido a resenha se sim, deem um like abaixo do título do post isso me ajuda na divulgação e crescimento do blog, e não esqueçam de deixar a opinião de vocês nos comentários, vô-lá.
Kissus
©
.
.
imagem-logo