16/07/2016

[RESENHA] #NILDRIEN, O PERGAMINHO

Hello bibous, tudo okay? No post de hoje teremos a resenha de um livro de parceria com o autor brasileiro, Manoel Batista pelo seu livro Nildrien, o Pergaminho publicado pela editora Novo século, com o selo Talentos da Literatura brasileira. Se trata de um livro de ficção fantástica e se você quer saber mais sobre ele é só continuar a leitura, vamos começar?\o/

Ficha técnica
Título: Nildrien, o Pergaminho
Autor (a): Manoel Batista
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção
Ano: 2015
Páginas: 586
Avaliação: 

Sinopse: Em um mundo de fantasia medieval, o despertar de uma poderosa energia em uma caverna milenar e remota faz com que os mais poderosos reinos de Nildrien se mobilizem para conseguir o artefato portador do poder: um antigo pergaminho criado pelo maior de todos os magos, contendo feitiços capazes de afetar o equilíbrio mundial. Sem poder enviar seus mais experientes e poderosos membros, resta às forças de reinos aliados formarem um grupo de jovens aventureiros para enviá-los ao maior desafio de suas vidas: uma aventura entre guerreiros, magos e monstros que dividem um cenário onde o fantástico e a magia se mostram mais presentes do que nunca. Uma jornada que mudará para sempre a vida desses jovens, repleta de drama, ação e humor.
       Neste livro temos o reino de Nildrien, que possui diversos reinos  como: Skyllus, Ninfin, Nalin e Asenhar que são os principais envolvidos durante a estória. A trama se inicia com a apresentação de vários personagens que irão participar de uma expedição que tem como enfoque principal detectar uma forte magia emanada pela Caverna Antiga.
A rainha Dyla governante de Nalim, após descobrir pelo reino de Skyllus que há um pergaminho mágico deixado na Caverna Antiga teme pela segurança do reino de Nalim e de todo o mundo se o império de Asenhar que é um reino tomado pelas trevas obtenha o pergaminho e faça uso indevido para prejudicar os outros governos de Nildriem. Por tanto ela manda uma expedição de quinze pessoas para esta caverna com o intuito de pegar primeiro o pergaminho e evitar que os de Asenhar dominem o conteúdo mágico.
"Alguns corajosos olhavam a Floresta das Sombras à frente e sua entrada de mata fechada e podiam jurar ver movimentos de seres estranhos à espreita, só aguardando suas vítimas adentrarem o território para atacá-las ferozmente. Outros juravam que ouviam gemidos de dor e urros de alguma criatura raivosa que saía de dentro das árvores enegrecidas, trazidos pelo vento."
     São quinze os enviados para esta missão sendo o grupo composto por oito homens e sete mulheres: Damian elfo e líder do grupo, Reks meio dração de cobre discípulo de Haoro, Karson ex-presidiário que sonha em ser herói, Histran aventureiro, Hanns meio demônio do gelo, Hant meio demônio e paladino da justiça, Mike lutador de rua, Kylet paladino da luz mandado a Nalim, Marlin irmã humana de Damian, Lóris princesa de Skyllus, Verônica clériga da luz, Karedrine clériga do amor, Ylis clériga da paz, Myat maga da luz e Místia guerreira que sonha em ser reconhecida, a maioria estavam alistados e em espera para receber uma missão especial em nome de Nalim.
Todos foram nesta expedição acreditando que iriam apenas buscar alguns itens valiosos na Caverna antiga, sem jamais imaginar que iriam enfrentar frente a frente o reino de Asenhar e ainda por cima sem a guarda real, para não fazer alarde e incitar uma guerra entre os reinos. Logo atrás estavam Nayhan Stenhaks e o clérigo da noite Raven Hilhein que também queriam ter posse do pergaminho. 
Durante a jornada eles lutaram contra todo tipo de monstro e perigos dentro da Floresta das sombras eles enfrentaram o medo e o desconhecido. 
Bom bibous, o livro é narrado em terceiro pessoa, o que não nos faz se apegar a um só personagem, há capítulos intercalados entre o grupo de Nalim e o guerreiro Nayhan e o clérigo Raven. Notei que o autor escreve os mesmos termos diversas vezes e a leitura é bem fácil de entender.
Havia alguns erros de digitação e um nome foi trocado por outro em um momento do livro. O livro poderia ter um núcleo mais cômico para dar mais leveza a estória e senti falta de um romance para deixar a estória mais interessante, achei um pouco estranho que mais de 25 personagens não mostrassem nenhum interesse amoroso por outra pessoa.
A capa é bem bonita, a diagramação é simples e limpa. As folhas são amarelas e finas ao toque e o designer do livro está ótimo.
Bom bibous essa foi a resenha, espero que tenham gostado. Se sim deem um like neste post, deixem sugestões e compartilhem e deixe comentem sobre o que vocês acharam da resenha e se já leram ou querem ler este livro. 
Kissus

02/07/2016

[DIVULGAÇÃO] #MANOEL BATISTA

Hello bibous, tudo okay? No post de hoje teremos a divulgação de uma nova parceria aqui do blog, com o autor brasileiro Manoel Batista pelo seu livro Nildrien, o Pergaminho, lançado pela editora Novo século, com o selo Novos Talentos da literatura brasileira, é muito bom ver que as editoras estão lançando livros com autores talentosos e este livro me deixou bastante curiosa, vamos começar? \o/
Sobre o autor
Biografia: Escritor e roteirista natural de Santos (SP). Desde a infância sempre foi um aficionado por enredos de fantasia e ficção, desenvolvendo suas histórias e personagens. Apresentado aos fantásticos cenários de RPG, buscou inspiração e viu a oportunidade de dar vida a seus mundos, personagens e tramas. Cursou História e teve diversos empregos, mas encontrou na escrita e na narração de histórias sua verdadeira e definitiva paixão.
Sobre a obra
Ficha técnica
Título: Nildrien, o Pergaminho
Autor (a): Manoel Batista
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção
Ano: 2015
Páginas: 588

Sinopse: Em um mundo de fantasia medieval, o despertar de uma poderosa energia em uma caverna milenar e remota faz com que os mais poderosos reinos de Nildrien se mobilizem para conseguir o artefato portador do poder: um antigo pergaminho criado pelo maior de todos os magos, contendo feitiços capazes de afetar o equilíbrio mundial. Sem poder enviar seus mais experientes e poderosos membros, resta às forças de reinos aliados formarem um grupo de jovens aventureiros para enviá-los ao maior desafio de suas vidas: uma aventura entre guerreiros, magos e monstros que dividem um cenário onde o fantástico e a magia se mostram mais presentes do que nunca. Uma jornada que mudará para sempre a vida desses jovens, repleta de drama, ação e humor.

Onde encontrar
©
.
.
imagem-logo